Dicas para as festas de final de ano: O que vestir no Ano Novo e Natal?

Chega Outubro e as lojas começam a mudar as araras, dando lugar a coleção que vai dar entrada às festas mais esperadas do ano. Tecidos finos, brilhos não muito discretos, cortes retos e assimétricos, linhas retas e afins. As festas do mês de dezembro são as mais importantes e esperadas, e uma das maiores dúvidas nessa época é “o que vou vestir?”. Durante minha ida em lojas de departamento percebi que o investimento em alguns tipos de peças é carta marcada, pois todo ano ela vai estar ali à espera de alguém para comprá-la.

Na rua encontramos uma mistureba de inspirações, desde cores e cenários legais para fazer fotos, à estilos e pessoas extremamente cheias de informações para serem absorvidas. Minha andança é sempre muito boa, pois assim vou encontrando o que está, e o que não está em alta para desenvolver posts como este para você!!

Fiz uma enquete recentemente no meu Instagram (meu cabelo X o que vestir nas festas de fim de ano) e a segunda opção ganhou majoritariamente. E como o seu pedido é uma ordem, estou aqui desenvolvendo este texto para te dar as melhores sugestões do que está em alta, e o que você tem no seu guarda-roupas e pode usar…

A primeira coisa para escolher um look, é saber o local aonde a festa ocorrerá. Existe uma tradição muito grande em relação ao Natal, pois ele é uma época celebrada em família e pessoas especiais. Mas o Ano Novo fica reservado para passar com os amigos em festas cheias de dourado e branco, com champagne a vontade e um open food digno de aplausos. Por isso separei algumas inspirações.

  • Festa em família/trabalho:

Peças  brancas sempre estarão diretamente ligadas ao Natal e ao Ano Novo, principalmente à este último, pois o branco é uma cor que transmite paz, serenidade, entre outros… Existe a tradição de que durante a virada, a roupa que você está utilizando atrairá energias mediante a sua cor.. E quem não quer um ano cheio de energias boas e conquistas, não é mesmo?!

Saia e vestidos: As saias e os vestidos são sempre muito bem vindos nas celebrações. Donos de uma elegância e classe sem igual, trazem para essa data a beleza do corte diferenciado, do tecido fino e da cor que as resumem muito bem. Essas peças são, com certeza, escolhas sem erro.

Blusas com o corte moderno: As croppeds estão marcando presença no mercado há anos, e variações tem aparecido cada vez mais. Essas valorizam todos os tipos de corpo, se usadas de forma correta. Além dessas, blusas com cortes que valorizam os ombros e trazem sensualidade são belas opções para fazer do seu ano novo uma data mais fashion e elegante.

Mangas bufantes: Sempre que ouço falar/vejo essas belezuras lembro da realeza com as suas grandes mangas decoradas. Portanto, por mais simples que essa peça seja, ela estará compondo um look de forma bela e elegante, com suas nuances de realeza.


 

  • Festa com os amigos:

Calça Pantacourt/Alfaiataria: Essas voltaram ao seu auge a pouco tempo e já conseguiram fisgar o coração de muita gente. Seu design que alonga a silhueta e o conforto proporcionado por essa peça é motivo da escolha de muitos. Pensei na calça combinada com o top nº7 da foto ou com o nº2 metalizado. Look despojado e super cool!

Paetê: Este bate ponto em festas de final de ano, principalmente no ano novo, em sua versão dourada. O brilho está em alta, e a prova disso é a utilização contínua de strass em roupas em geral. Até um aplicativo para IOS foi criado para evidenciar o brilho dos acessórios e vestimentas, legal não é?! O nome do App é Kira Kira+.

Vinil: Eu apostaria muito nesse, sem dúvidas. Acho chic, cool e muito fácil de ser combinado. Além do mais, que look não fica muito mais interessante com o brilho do vinil… O efeito foi tão valorizado que até tendência em makes ele ganhou!

Beach Wear: Pensei nessas peças para combinar com as demais. As combinações que apostei foram de alfaiataria com esses biquínis. Acho que o contraste entre o sério e o descontraído é uma brincadeira muito interessante, e se feita de maneira correta, o resultado é um look mega hype (legal) e cheio de personalidade/estilo. Porque não tenta algo parecido? Pegue uma calça cintura alta de alfaiataria e arrase com um top de biquini… Eu faria com um dos 5 tops que escolhi e coloquei no post!!!

Kimono: Essa é uma peça de complementação de look, mas pode também ser a base dele. O Kimono pode ser usado de diversas maneiras e com diversos tipos de peças… Além disso, o tecido que escolhi valoriza 100% a transparência (em alta). Gosto de tecidos transparentes pela sensualidade que eles carregam, além de valorizar muito o corpo de quem usa….


 

Essas foram as minhas escolhas de looks para o final de ano. Fiz com base nas tendências que estão em alta e no meu gosto pessoal. Acho que o mais belo da moda é você poder brincar com todas as informações de uma forma harmônica e cheia de estilo. Espero ter ajudado! Boa sorte com a escolha de looks!

Peças retiradas da: Amaro Fashion, Flaminga Plus Size e Forever 21 Plus Size<3

Boas Festas!

Beijos e abraços, Lu.

Moda Plus Size: Blusa ombro a ombro

Segunda-feira (16/10). Nunca pensei que receberia os famigerados “mimos”. Amo ver no instagram das influencers o que vem de novo, e a felicidade delas, mas não conseguia sentir realmente o que era aquilo.

Nesse dia eu fui surpreendida. Uma loja de Curitiba chamada ‘Mabela Curvy Size’ me contatou para dizer que gostava  muito do meu trabalho. Logo após o elogio, uma proposta surgiu, a qual amei e aceitei. Parecia que não era real. Acho que o reconhecimento é muito importante para incentivar qualquer um a continuar um trabalho. E realmente, é muito trabalho.

Fiquei um pouco apreensiva durante o período de negociação e escolha de roupas para fotografar, mas isso foi apenas um sentimento passageiro. As meninas da loja me trataram muito bem e foram incríveis, o que me deixou mais tranquila.

A peça que escolhi foi uma blusa ciganinha. Sabe aquele decote que te deixa belíssima e valoriza seus ombros e bustos? Então, a escolhi justamente por trazer esse poder. Amo peças que tem um caimento perfeito e detalhes que fazem do meu corpo ainda mais atraente, que se utilizados da maneira certa, só contribuem para deixar minhas características corporais ainda mais harmônicas.

img_6190
Photo: Caroline Almeida
img_6182
Photo: Caroline Almeida
img_6180
Photo: Caroline Almeida

A blusa possui um elástico na parte inferior trazendo a liberdade de você poder regular a altura em que ela ficará em seu corpo, mostrando mais, ou menos pele. Na superior, a possibilidade de regulagem é percebida pelo cordãozinho com detalhes prata nas extremidades. Além disso, o tecido (que se parece muito com um crepe de seda), a estampa, os babados e detalhes trazem uma cara de primavera/verão muito bem definida à peça, passando uma ideia de frescor e conforto. O toque do tecido é muito agradável. Essa blusa é tamanho 48, ou seja, não falta variedade de numeração na loja (clique aqui para entrar no site). Você encontra ela em mais 2 cores, a salmão e a nude.

Me senti realmente muito acolhida e bem tratada pelas meninas da loja. E fiquei realizada por perceber que acreditam e gostam do meu trabalho. Obrigada, Mabela Curvy Size.

Me siga no instagram e veja minhas últimas atualizações <3: @lua.blog ❤ (fotos todos os dias)

Para saber mais sobre a loja e sobre as peças, visite o link: Mabela Curvy Size

#MoverFashion: Desfile Laboratorial UNIDERP; Art Intervenção – Genivaldo Amorim stylist Luiz Gugliatto.

Domingo (22/10). Infelizmente já é o último dia. Eu sinto falta de me sentir perto da moda e esse evento foi o mais perto que consegui chegar de uma moda conceitual, de um desfile embasado na arte. Aproveitei muito esses três dias de Mover Fashion, pois durante os talk shows aprendi sobre moda e comunicação com o público. Interessante, não acha? E sim, a moda é uma forma de se comunicar, até fiz um post sobre isso lá no comecinho do blog!!

Nesse último dia estive presente no desfile laboratorial da UNIDERP e na Art Intervenção do Genivaldo Amorim em parceria com o stylist Luiz Gugliatto.

Durante o laboratório da UNIDERP me surpreendi com poucos estilistas… Não sei se porque falta singularidade, uma identidade, ou um tipo de segurança que a própria faculdade deveria garantir para o aluno. Poucas peças tiveram um acabamento legal, um caimento interessante ou um design caprichado. Eu sei que para desenvolver peças com um bom tecido, com um corte bem feito e com um caimento perfeito exige um estudo muito aguçado e investimentos pesados. Em meio a tantos estilistas, me surpreendi com um que desenvolveu vestidos de festa. Suas peças possuíam movimento, presença e um visual de qualidade, sabe?! Amei… Não consegui tirar fotos, só gravei uns vídeos belíssimos, mas infelizmente não consigo postar aqui no wordpress 😦

Estou me perguntando se minhas críticas foram duras, se acabei pegando pesado no gatilho…. Mas cheguei a conclusão que não, pois meu objetivo é ser construtiva, é mostrar a minha opinião através do meu blog afim de ajudar. Acho que isso que me da tanta liberdade, saber que essa página é minha e ter autonomia para postar meus textos opinativos. Estava lá, vi muitos modelos de roupas e percebi que eles precisam ser aperfeiçoados… não existe nenhum equívoco aqui, certo?!

 “Bicho de corpo mole, mas de pele boa”

O corpo, que atravessa grande parte da produção de Genivaldo Amorim, se manifesta nas mais diversas linguagens como desenho, pintura, escultura e instalações. Em “bicho de corpo mole, mas de pele boa”, o corpo atinge a camada da pele, de suas utilidades, das suas formas e visualidades e que através da pele vermelha sugere infinitas camadas significativas da cor: sangue? Amor? Violência?

Para além das camadas do significado, a pele do bicho se “presentifica” diante de um incomodo ético do artista com o universo da arte. Ao final de cada exposição, as peles vermelhas feitas de tecido são reconstruídas em objetos e roupas para o uso cotidiano na tentativa de torná-la mais acessível ao público. Fugindo de um utilitarismo, a pele boa ganha um ressignificado que faz o objeto artístico circular fora de circuito estabelecido e fechado da arte, rompendo com o espaço expositivo e com a dicotomia expectador-objeto. Se o corpo do bicho era mole, agora com a pele boa ela se sustenta.


Allan Yzumizawa

Fiquei sem palavras quando o desfile de Art intervenção começou. As peças falavam por si só… a pele do bicho de corpo mole parecia transmitir uma certa agitação aos meus olhos, não sei, senti algo diferente. Amei a disposição das peças, o desenho e afins. Fiquei completamente encantada!!!! Acho que essas camadas significativas ficaram embaralhadas na minha mente e foi isso que me fez ficar com essa sensação de agitação/confusão mental… Uma hipótese e tanto, não?! Aplaudi em pé… Mas roupas com uma carga signicativa tão grande, aliadas à um styling incrível não têm erro, não é mesmo?! Fiquei muito emocionada com o conceito e tenho certeza que esse foi o desfile certo para fechar o evento com chave de platina!

img_5778

img_5755

img_5810

Só peço que a próxima temporada seja tão boa ou até melhor que essa!!! Espero que você tenha se deliciado com esse evento, assim como me deliciei, e que tenha gostado da cobertura que fiz aqui no blog…. ❤

Beijos e abraços, Lu.

#MoverFashion: Talk Show com a consultora de estilo Adriana Estivalet; Desfile dos designers contemporâneos de Campo Grande.

Sábado (21/10). Para quem ainda não sabe ou não viu, o Mover Fashion é um evento de moda que está ocorrendo aqui na capital, e se estende até amanhã. O primeiro dia de evento já saiu aqui no  blog, para ler basta clicar aqui. 

Hoje a vez de falar foi da Adriana Estivalet, famosa consultora de imagem e estilo que já trabalhou/trabalha com grandes marcas do mercado, como Enjoy, Dudalina, Polo Play, entre outras. Além disso, por seu trabalho ser reconhecido nacionalmente, já saiu em diversas mídias, dentre elas, o portal ‘R7.com’ e ‘M de Mulher’, portais de grande visibilidade no país.

Durante o evento a Adriana tocou na tecla de que o consultor de vendas tem que estar sempre muito bem antenado para atender o cliente, pois este está envolto em um mundo de referências. E realmente estamos sempre sendo bombardeados com informações, inspirações, referências e afins. Hoje a qualificação do consultor deve ser constante, pois estamos em uma época em que sabemos tudo que está acontecendo ao nosso redor, e se quisermos nos aprofundar mais em algum assunto como a moda, por exemplo, basta dois cliques para acharmos livros, faculdades onlines e meios de obter conhecimento. É engraçado pensarmos que tudo “parece” estar ao nosso alcance, né?! Falo que parece, pois não temos condições iguais, e a renda ainda é fator importante para a obtenção de certos conteúdos, infelizmente.

Mas muito tem mudado em relação a oferta de conteúdo online, por mais que ainda exista uma grande exclusão, a possibilidade de achar conteúdo na WEB é muito maior do que achar o material na versão física. Louco, né?! É interessante que tanto a Mônica Salgado, quanto a Adriana, parecem ter um ponto de vista semelhante. Isso mostra que estamos chegando a um consenso, lembrando que não são quaisquer pessoas que estavam falando, são mulheres que estudaram e ainda estudam sobre o assunto. Além do mais, esses aspectos estão escancarados aos olhos de quem quiser ver, basta estar vivenciando o mundo online e a sua diversidade de conteúdo.

Logo após o Talk Show começaram os desfiles. Dessa vez quem tomou conta da passarela foram os novos designers aqui da cidade de Campo Grande. Esse novo reduto de designers é formado pela Canarito, Chroma, Enlace, Ludic, Mauro Yanaze, Mi Corazón, entre outras…

img_5488

img_5640

img_5654

img_5509

No meu instagram (me segue lá: @lua.blog <3) até fiz uma cobertura bem maior, com vídeos, boomerangs, entre outros, o que deu uma visão mais panorâmica dos desfiles, das roupas e da estrutura do evento. A marca que mais chamou minha atenção foi a Mi Corazón. As peças deles apresentam uma brasilidade e fluidez lindas. Confesso que não conhecia, mas aplaudi muito quando vi os primeiros macacões sendo expostos na passarela. As coleções  das marcas possuíam esse ‘Q’ de verão, com tons quentes e fluidez. As estampas estavam super presente, principalmente na Canarito, que abusa do visual em suas peças.

O look que escolhi para o segundo dia foi uma calça que cortei para usar como saia, uma blusa de lurex vermelho, um adidas branco e uma bolsa vintage handmade que comprei, pois achei muito um inspired da Fendi. Amei o lookinho, ficou tudo!!!!

img_5683

img_5752

Depois do evento fui em uma festa a fantasia. Tive que mudar meu look para ficar um pouco mais confortável, e dar um retoque na minha make.


Glória Groove. Para quem não sabe, eu era Drag Queen, e a glória era uma das minhas maiores inspirações, foi durante essa festa que a conheci. Além de linda, ela é simpática, humana e super engajada. Procurem sobre essa maravilhosa, pois ela não é só  beleza não hein!!

img_5915

Meu dia foi bem corrido, mas no final de tudo da um cansaçozinho gostoso, sabe?! Não fiz nada que eu não goste de fazer, muito pelo contrário, só estou conseguindo bons frutos… Só tenho a agradecer.

Beijos e abraços, Lu.

#MoverFashion: Talk Show com Mônica Salgado e Lucas Nascimento; Desfile da Schutz.

Sexta-feira (20/10). Ontem foi minha estréia no MARCO (Museu de Arte Contemporânea/CG) em um evento que vai se estender até o dia 22/out. Este evento é um mix de assuntos que abrangem os campos do Design, Moda, Arquitetura e Arte. A minha primeira impressão ao ser convidada para o Mover Fashion no facebook foi de surpresa, pois em Campo Grande a carência de eventos que valorizam aspectos artísticos e criativos é muito grande, e é importante ver que existem pessoas que querem mudar esse quadro, sabe? Acho que aqui na cidade existem talentos singulares, mas a falta de apoio e o conservadorismo da nossa comunidade acaba neutralizando essas mentes criativas. Triste, não acha?

O evento começou com um talk show super descontraído. As perguntas eram feitas por Melissa, organizadora do evento, e as respostas ficavam por conta dos entrevistados, Lucas Nascimento, estilista renomado, e Mônica Salgado, influencer e potência no mundo da moda. Eu achei a conversa entre eles muito natural, e isso foi o que mais me agradou. As “farpas” que, entre os convidados, pareciam serem trocadas em alguns momentos também deram um toque cômico. Estava muito ansiosa para ver a Mônica Salgado falar um pouco, pois sou uma apreciadora do trabalho dela ❤

Durante a conversa me atentei a um assunto pontual, o poder da internet para a disseminação da moda. Você já parou para pensar que antes o que era acessível para uma pequena fatia social, hoje tem uma capacidade maior de inclusão? A Mônica tocou nesse ponto importante e eu parei para pensar. Antes algumas peças, cortes, tecidos e detalhes eram extremamente limitados, e hoje já existem diversas indústrias que reproduzem peças de alta moda, o que torna o high fashion acessível, pois uma roupa que originalmente custa um valor absurdo hoje é utilizada como base para fazer algo semelhante e ser vendido.

Óbvio que senti falta de assuntos que sempre são esquecidos, como a moda plus size, mas não me surpreendo… Queria muito escutar mais sobre este mercado que está crescendo e gostaria muito de ter feito uma crítica a esse mercado emergente porque a maioria das lojas para gordas produzem peças sem corte legal, com um caimento ruim e tecidos que não valorizam o corpo da mulher plus size…

Em sequência, o desfile da Schutz começou. Vimos a nova coleção da loja com a cara do verão. Amarrações, couro trançado ou matelassê, cores neutras, vibrantes e tons pastéis… uma coleção linda. ❤

img_5414

O look que escolhi para ir ao desfile foi uma jaqueta vintage da Fórum com um top de renda maravilhoso, delicado e sexy, que resultou em um look muito equilibrado quando disposto com a calça preta e o sapato fechado.

img_5416

img_5421

Ainda faltam dois dias de desfiles e workshops, então fique de olho nos posts aqui do blog e nas minhas atualizações do Instagram, para que você fique por dentro de tudo que está acontecendo, e para que você não perca nenhum momento!

Beijos e abraços, Lu.

Casaco oversized e boné

Sexta-feira (06/10). Sempre fui uma pessoa pouco maleável. Meu estilo era muito restrito, e sair do que eu considerava confortável era quase um crime. Gostava só do pretinho, pois além de emagrecer sempre foi uma peça chave. De uns tempos para cá eu entrei nessa vibe de me renovar e tentar coisa novas, sabe? E acabei aderindo muitas misturas em minha vida, como por exemplo músicas de vários estilos, gostos, tendências e afins. Creio que essa seja uma das melhores formas de aproveitar o que se deve aproveitar porque só assim cada um de nós deixamos nossos preconceitos e pré-julgamentos para vivermos conforme nossos gostos particulares. Não sei se você percebeu, mas ali em cima eu falei o “pretinho que emagrece”, ou seja, a minha preocupação não era comigo, mas sim com ‘como as pessoas vão me enxergar’.

Acho que essa roupa foi um rompimento de alguns paradigmas pra mim, pois passei por cima de muitas coisas que eu não considerava normal e acabei transformando toda essa estranheza em algo que me fez bem. Me senti linda com cada peça que escolhi. Esse casaco composto por ‘megalogomarcas’ é a peça que fez o meu look.

As logos gigantes foram tendência muito forte no começo do ano e ainda persistem nas combinações de muitos amantes por moda.

O bege, o preto e o verde militar do boné formaram uma ótima composição, que eu amo. É muito raro eu usar boné, pois não me agrado muito com a minha aparência quando uso, mas dessa vez achei que não podia faltar o acessório porque ele trouxe um toque mais cool para a minha roupitcha… O sapato perfeito para combinar com as peças foi um creeper que além de proteger do frio, é super lindo, mas nem um pouco confortável (por burrice minha, veja neste post).

img_4826

img_4856

img_4846

img_4841

img_4852

img_4858

Essa blusinha com a gola tipo “gargantilha” também está sendo muito usada. Além dela ter um ótimo caimento, fica linda com peças variadas, vale a pena investir.

E mais uma vez um lookinho para o frio, pois como já disse inúmeras vezes, aqui no meu estado o tempo é incerto… Espero que tenham gostado ❤

 

Beijos e abraços, Lu.

Inspirações de Lookinhos para o final de semana <3

Sexta-feira (06/10). Minhas roupas estavam acabando e convoquei minha mãe para irmos as compras. Amo muito aquelas lojinhas que com 100 reais você compra 25,000 peças de roupa, sabe? E fomos a procura de lookinhos novos. Sempre quando entro nessas lojas, começo a caçar nos cabides as roupas com melhor caimento, estamparia, patches, etc.. e no fim acabo fazendo uma boa reposição no meu guarda-roupas.

É raro eu fazer post de looks noturnos por aqui. Acho que durante a noite as fotos perdem a qualidade e o flash estraga todo o resultado da minha maquiagem, mas esses dias acabei pagando a minha língua. Era uma sexta e recebi um convite de uma amiga para sair, como ela não tem saído muito , nos encontramos para matar a saudade. Estava começando a bater uma frente fria aqui no estado, mas a vontade de usar a roupa nova era tão grande que coloquei um shortinho, um top, a blusa de tule e uma jaqueta. Me senti tão linda nesse dia. Não sei se já comentei por aqui, mas amo transparência, e os patches da blusa deram todo um toque para o meu lookinho, eu amei!

Oi deusas… Olha esse lookinho ❤️ .

A post shared by Lua 🐱 (@lua.blog) on

Eu sei o quanto é difícil achar roupas Plus Suze legais e que tenham o caimento perfeito. Só depois de muito tempo que comecei a ter a sorte de encontrar peças de tamanho grande que fazem a diferença. Esse dias uma seguidora me chamou na DM do Instagram para que eu a ajudasse a escolher uma roupa para um show ao qual ela vai, acabei prometendo a ela que faria um post, e aqui está ele!

Decidi procurar inspirações Plus Sizes para montar este post, mas depois de um tempo procurando, senti muita falta de conteúdo que me interessasse, fiquei frustrada. Não sei se é no meu Instagram que faltam blogueiras que trabalham o assunto ‘Plus’, ou se elas estão em falta na net… Mas no final de tudo acabei pegando, também, umas inspirações de blogueiras que são magras. Creio que assim como me inspiro nelas, você também pode tirar algo daqui!

Pessoas que cansam do rolê em 2h me add vamo siamá

A post shared by Alexandra Gurgel (@alexandrismos) on

Toda trabalhada na sensualidade vampiresca da legging com transparência e bota.

A post shared by Luiza Junqueira (@luizajunquerida) on

Uma batedora de cabelo 👸🏿 Só da foto dela aqui #Repost @andreapossamai ✨✨✨ ・・・

A post shared by Tássia Reis (@tassiareis_) on

Today's! ✨ thanks for the 📷 @marianne_theodorsen ❤️ #gisellafrancisca #stylehasnosize #fallweather #oslove

A post shared by GISELLA FRANCISCA (@gisellafrancisca) on


Não fazem parte do Plus Size, mas têm um estilo incrível ❤

 

Cuidado comigo q eu sou bem loka #houseofvans

A post shared by Giovanna Ferrarezi (@giovannaferrarezi) on

😎

A post shared by Giovanna Ferrarezi (@giovannaferrarezi) on

Terceiro dia de @rockinrio começando! Hoje to toda de @soumanaca 🤘🏿🤘🏿 Bora?

A post shared by Mariana Andrade (@xbananax) on

Geralmente monto minhas roupas me inspirando nessas beldades do Instagram. Acho que as redes sociais ajudam muito nesse negócio de ‘processo criativo’, sabe? Se você está com bloqueio produtivo basta procurar um perfil que trabalhe com o mesmo nicho que o seu e ver produções super criativas e inspiradoras. A internet é a melhor ferramenta de quem trabalha com a internet, sem dúvidas…

Se você quiser mais posts com inspirações, posso fazer toda semana… basta pedir, pois não vejo problema nenhum, muito pelo contrário, também me inspiro!

 

Beijos e abraços, Lu!