Você já perdeu alguém que gostava muito?

Recentemente recebi uma notícia que me chocou. Estava na aula e um amigo ligou para me contar que uma amiga, que já não era tão próxima, tinha morrido. Cara, nunca tinha perdido amigos, e sempre pensei que seria tranquilo, que saberia lidar com isso, mas foi tudo muito diferente.

É raro começarmos amizades pensando que elas vão acabar, mas mais ainda pensando que algo de pior aconteceria. Quase ninguém tem uma conformidade com a morte, e o que mais machuca, é a incerteza “será que ela está bem agora? será que a sua dor melhorou?”. O desconhecido traz muito medo, pois aqui na terra tudo é tão certeiro, exigimos certeza quase 100% do tempo, pois assim aprendemos da nossa infância até a vida adulta.

Quando alguém te pega de surpresa com uma notícia muito ruim, existe ainda um tempo para digerir aquilo, entender o que aconteceu e ter reação, sabe? A primeira vez que perdi alguém importante pra mim foi nesse ano, 2017. Minha tia nasceu com deficiências sérias e sobreviveu até os 50 e poucos anos. Sempre estive muito presente em sua vida. Sua morte foi no início do ano, e foi realmente uma surpresa. Por mais que ela já estivesse debilitada, nunca esperaria com certeza que ela partiria, até que aconteceu. E no final desse ano não foi muito diferente. Quando fiquei sabendo do ocorrido com a minha amiga, fiquei sem reação, depois senti um vázio e este começou a escorrer pelos meus olhos em forma de lágrimas. Choro muito raramente, mas foi inevitável, principalmente ao lembrar do jeito meigo…. fica saudades!

passaros

Sabe uma coisa que acho extremamente ridículo em nós seres humanos? A forma como demonstramos carinho. Nós não demonstramos o bastante. Não aproveitamos completamente cada momento e, só quando perdemos, percebemos o quanto poderia ter sido melhor. Outra coisa que me deixa sem reação é o sentimento de impotência, conhece? Aquele do “eu não sabia o que estava acontecendo”/”eu poderia ter ajudado”…

Acho também que o ato de “tentar entender” e “colocar-se” (ser altruísta) no lugar do outro é fundamental… é fácil falar, eu sei, mas pelo menos o tentar, é preciso. Quando você está em uma situação em que não entende, em que não sabe o porque aconteceu e sobre a qual você não tem o controle, o desespero vem, o despreparo aparece e tudo vira de cabeça para baixo, é normal. Por isso é tão importante procurar ter altruísmo, compaixão, não julgar o outro (o que muitas pessoas fazem logo após acontecer uma tragédia) e tentar, ao máximo, entender. Pelo menos comigo é assim, essa foi a melhor forma para eu lidar com situações que me pegam despreparada (situações sérias).

Gostaria de aproveitar mais os momentos e as pessoas. Não queria que certos aspectos passassem despercebidos. Desejo ser uma pessoa mais perceptiva, com mais compaixão. Quero enxergar as dificuldades das pessoas e poder ajudá-las de uma melhor forma. As vezes por tão pouco brigamos, paramos de falar e/ou transformamos uma relação que  antes era ótima em nada. É muito importante saber que tudo é incerto nessa vida, relações, pessoas, sentimentos e afins. E o que está lá, hoje, não te garante que vai continuar no mesmo lugar/da mesma forma como deixou. Tudo é volátil. Não se sinta impotente e permaneça nesse sentimento, vá atrás e veja o que pode ser melhorado. Não digo isso apenas para você, mas principalmente para mim… Acho que gravar isso em meu blog/diário faz com que vire um mantra na minha vida.

PS: O CVV funciona como um canal de prevenção ao suicídio. Pessoas que pensam em tirar a própria vida podem fazer contato pelo telefone, pelo número 141, e-mail ou Skype, e até pessoalmente. Os voluntários estão dispostos a ouvir e o sigilo é garantido.

 

Beijos e abraços, Lu.

3 comentários em “Você já perdeu alguém que gostava muito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s