Incertezas do futuro

abstract-water-drops-on-the-window-from-dark-1396149

É engraçado entrar na vida adulta, né?! Tudo acontece em um piscar de olhos. Parece que não existe um processo de transição que separa a infância da adolescência, e a adolescência da vida adulta. Com 11 anos eu me lembro de não me preocupar muito com nada, apenas com os meus brinquedos tecnológicos que sempre foram pré-requisito para minha diversão, pois era uma criança muito sozinha. Planejava minha vida de uma forma extraordinária, com viagens, ótimos empregos e as melhores companhias. Por isso acho que acabei tendo medo do que o futuro tinha reservado para mim. Parece que quanto mais o tempo corria, mais os meus sonhos iam sendo esmagados pela imensidão das mudanças que ocorrem em nossas vidas. Isso é normal, e lidar com frustrações é quesito básico para viver em sociedade. Frustrações sempre vão estar presentes independente de qualquer coisa. Isso foi uma das coisas que aprendi amadurecendo.

Hawaii, EUA, Paris, Espanha, lembro até hoje que sonhava em viajar o mundo com as minhas melhores amigas, e o primeiro empecilho que vi nisso foi o dinheiro. PRECISO DE DINHEIRO. Quando você começa a amadurecer, percebe que o dinheiro é a moeda de troca para quase tudo, ou seja, se você não tem, ele se torna um fator limitante. Além disso, percebi que minhas melhores amigas foram se distanciando e sumindo, é claro que as verdadeiras estão muito bem guardadas, né?! Acho que isso é inevitável. Quando o colégio acaba, dificilmente as amizades vão continuar da mesma forma como eram. Tenho apenas uma que se permaneceu intacta. Mas mesmo assim, mais uma vez o tempo dissolveu um dos meus planos.

A vida adulta me trouxe preocupações que nem passavam pela minha cabeça. Contas de cartão de crédito, problemas na faculdade e afins, sabe?! Acho que é muito difícil se preparar para o futuro, pois não existe algo que já esteja traçado… Tudo pode virar de cabeça para baixo e mudar no meio do caminho. Da medo, só que com o tempo, você se acostuma.

O que me motivou a fazer esse desabafo foi uma conversa que tive ontem com uns amigos, e o que mais preocupa eles é o futuro, sabe?! O medo de não saber o que esperar, a incerteza do tempo, etc… Mas percebi que existe uma superficialidade em tudo isso porque o fato de envelhecer é inversamente proporcional a beleza conservada. Se olhar no espelho daqui uns anos vai ser um desafio, pelo menos para a maioria das pessoas. Alguns agarram as rugas e as aceitam, outros repugnam e fazem como pessoas que eu conheço que mascaram sua aparência se distanciando da verdade. É difícil aceitar que o tempo passa, não é?! Ver o envelhecimento chegando não é tarefa fácil. Eu sei que ainda estou nova, mas o tempo voa para mim, assim como para qualquer outra pessoa.

Por mais que eu me sinta perdida, e as vezes queira até parar para dar uma respirada, acho que estou no caminho certo, sabe?! Acredito que estou fazendo o correto, mas ainda assim, acabo sendo fisgada pela ansiedade de não saber o que esperar das incertezas do futuro. E você, sente medo do que te espera no futuro?

Beijos e abraços, Lu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s